ADVComm - Tecnologia Fotoluminescente e Acessibilidade

Solicite um Orçamento

Nome*

E-mail*

Telefone*

Mensagem

Não preencher:

Pictogramas na sinalização de segurança

Um ambiente industrial, naturalmente, contém uma série de riscos para os trabalhadores. São produtos químicos, máquinas que trabalham em alta voltagem, peças e ferramentas pesadas, altas temperaturas, válvulas sob pressão, enfim, a lista é tão extensa quanto perigosa. Justamente por isso as fábricas têm de seguir determinadas regras de segurança para minimizar os perigos e, consequentemente, resguardar a integridade física das pessoas.

De forma a padronizar e estabelecer as melhores práticas com relação à sinalização de segurança e saúde no trabalho, a ISO (Organization for Standardization – Organização Internacional de Normalização, em português) desenvolveu a norma 7010, que traz todos os parâmetros de símbolos gráficos a serem usados na sinalização, ou seja, os pictogramas.

O termo é formado pelas expressões ‘pictus’, do latim, e ‘graphein’, do grego, e significa ‘imagem escrita’. Em outras palavras, eles são uma linguagem baseada em imagens, que servem para comunicar a qualquer pessoa uma informação visual.

Os pictogramas foram desenvolvidos para que qualquer indivíduo possa interpretá-los intuitiva e rapidamente, independentemente de sua formação educacional, cultura, idioma ou habilidades linguísticas.

Aliás, historicamente, o uso de pictogramas pela primeira vez aconteceu devido aos processos migratórios dos trabalhadores europeus, ainda na década de 1970. Uma fábrica inglesa, por exemplo, reunia trabalhadores de várias outras partes da Europa, que claro, não falavam inglês. Daí surgiu a necessidade de se desenvolver uma maneira de comunicar os riscos e prevenções necessárias para a saúde e segurança dos funcionários, já que a pluralidade de línguas no ambiente de trabalho era extensa.

De lá pra cá, a primeira norma relacionada a pictogramas passou por diversas alterações e melhorias, até que em 2003 a ISO fez a primeira publicação da norma 7010. Hoje ela é obrigatória em todos os países da União Europeia, bem como no Reino Unido. Países como Canadá e Estados Unidos também devem torná-la lei nacional.

Padrões dos pictogramas

Os pictogramas obedecem a padrões de formas e cores para serem melhor interpretados. Quando o pictograma tiver a função de avisar sobre perigos que possam resultar em danos pessoais ou ameaças à saúde, eles serão amarelos/ fotoluminescentes, triangulares e terão borda e símbolo pretos.

Quanto o pictograma tiver a finalidade de proibir comportamentos que possam resultarem imediato ou potencial risco de danos à pessoa ou ameaça à saúde, eles deverão ter o anel e a barra diagonal em vermelho, símbolo preto e fundo branco/ fotoluminescente.

 

Se a intenção for indicar rotas de evacuação, locais de equipamentos de emergência, primeiro atendimento e demais ações de segurança, o pictograma tem de ser feito em quadrado verde e símbolo fotoluminescente.

Quando ações obrigatórias forem o mote da sinalização, o pictograma deve ser feito em círculo azul com o símbolo interno branco/ fotoluminescente.

 

Já no caso de sinalizar perigos e equipamentos relativos à segurança contra incêndio, as formas e cores a serem utilizadas devem ser quadrado vermelho e símbolo em fotoluminescente.

 

 

Para saber mais sobre sinalização, clique aqui.

Publicada em Blog, Dicas de Sinalização, Leis e Normas de Sinalização, Sinalização and tagged , , .
Comentários

Cadastra-se para receber conteúdo exclusivo.

Estudio Fante - Agência Digital