ADVComm - Tecnologia Fotoluminescente e Acessibilidade

Solicite um Orçamento

Nome*

E-mail*

Telefone*

Mensagem

Não preencher:

Sinalização de extintores

Conforme já foi abordado em outras oportunidades neste blog, a sinalização de segurança contra incêndio e pânico é indispensável e obrigatória para qualquer edificação que não seja uma residência onde viva apenas uma família.

A sinalização, junto com outras medidas indicadas pelos Corpos de Bombeiros e pela Associação Brasileira de Normas Técnicas, tem o importante papel de reduzir as ocorrências de incêndio, além de também alertar as pessoas sobre os riscos presentes na edificação. Em casos de acidentes, a sinalização tem, ainda, a incumbência de orientar as pessoas sobre as rotas de fuga para abandono seguro do local e deixar evidente a localização dos equipamentos de combate ao fogo, como os extintores.

Contudo, não basta somente afixar uma placa próxima a esses equipamentos para que a sinalização seja eficiente e correta. Ela deve seguir padrões já estabelecidos, como diz a norma NBR 13434, da ABNT, tanto com relação ao seu posicionamento como o material com o qual foi confeccionada, sua coloração, tamanho, entre outros aspectos técnicos.

No que diz respeito às placas de sinalização dos extintores, sua altura de fixação é obrigatoriamente de 1,80 metro e elas devem estar imediatamente acima dos equipamentos, além disso, precisam identificar qual é a substância contida nos extintores para que eles possam ser usados de acordo com a classe de incêndio ocorrida.

Ressalte-se que há extintores de pó que combatem incêndios em materiais sólidos, líquidos inflamáveis e equipamentos energizados; extintores com água pressurizada, indicados para madeira, papel, tecido, além de outros materiais sólidos; extintores com gás carbônico, para equipamentos elétricos; extintores com pó químico seco, para líquidos inflamáveis; e, por fim, extintores com pó químico especial, usados em metais inflamáveis.

Há também a necessidade de se demarcar o solo logo abaixo do equipamento e esta demarcação deve ser um campo vermelho de 70 cm² com faixas amarelas de 15 cm em sua volta. Esta sinalização pode ser feita com vinil autoadesivo com laminação, que é indicado para locais internos, com baixo tráfego de pessoas; ou lâmina de policarbonato, que tem maior durabilidade e pode ser usado tanto em ambientes externos como internos.

Efeito fotoluminescente

Segundo a NBR 13434, a sinalização de segurança contra incêndio e pânico destinada aos equipamentos de combate ao fogo e alarmes devem apresentar efeito fotoluminescente, isto é, brilhar no escuro. Ademais, a norma também prevê que a autonomia do sinal luminoso deve corresponder a, no mínimo, 1.800 minutos, e o valor de desempenho da fotoluminescência tem de constar na face exposta da placa.

Para mais informações referentes a sinalização de segurança contra incêndio e pânico, clique aqui.

Publicada em Blog, Bombeiros, Dicas de Sinalização, Extintores, Sinalização and tagged , , , , .
Comentários

Cadastra-se para receber conteúdo exclusivo.

Estudio Fante - Agência Digital