ADVComm - Tecnologia Fotoluminescente e Acessibilidade

Solicite um Orçamento

Nome*

E-mail*

Telefone*

Mensagem

Não preencher:

Trilha ecológica acessível em Florianópolis

Pensando em um mundo acessível à todos, foi inaugurada no último dia 23 de março, quando Floripa completou 289 anos, a primeira trilha ecológica acessível de Florianópolis. Localizada no Parque do Córrego Grande, a trilha passou por alguns ajustes que visam atender as necessidades visuais ou de locomoção de diversas pessoas.

A trilha conta com 131 metros totalmente pensado para atender a todos: ao longo da trilha existem cordas-guia, placas com informações sobre a trilha e as espécies nativas em inglês, espanhol, braile, para deficientes visuais, e libras, para deficientes auditivos.

De acordo com Gilberto Napoleão, assessor técnico de gestão ambiental da Floram, foi pesquisado tudo que uma trilha precisava para estar completa e acessível a todos. Ele ainda acredita ser a primeira trilha ecológica acessível da região. O projeto é resultado de uma parceria público-privada. Empresas engajadas na acessibilidade entraram com material e mão de obras, já as placas de sinalização é resultado de compensação ambiental.

E aonde fica a trilha ecológica acessível?

Localizada na região central de Florianópolis, no bairro do Córrego Grande, o Parque Ecológico Municipal Prof. João David Ferreira Lima, seu nome original, ocupa uma área de 21,3 hectares. Rodeadas por mata nativa, as trilhas contam com placas de sinalização e de identificação de cerca de 100 espécies de árvores.

Trilha ecológica acessível

Foto: Petra Mafalda / Divulgação PMF Hora de Santa Catarina

O Parque também conta com uma infraestrutura diversificada para oferecer ao visitante alternativas na área de lazer em Florianópolis, sendo sua grande atração as trilhas ecológicas, construídas sem utilização de cimento, reduzindo o impacto ambiental.

As placas de sinalização têm um papel importante no projeto de Educação Ambiental do Parque, elas foram confeccionadas em metal e receberam uma película protetora, aumentando sua durabilidade. E, além da sinalização acessível, também é possível obter mais informações sobre a flora e a fauna local através dos quiosques e guias especializados.

Fonte: Hora de Santa Catarina

Publicada em Acessibilidade, Blog and tagged , , , , .
Comentários

Cadastra-se para receber conteúdo exclusivo.

Estudio Fante - Agência Digital