ADVComm - Tecnologia Fotoluminescente e Acessibilidade

Solicite um Orçamento

Nome*

E-mail*

Telefone*

Mensagem

Não preencher:

Placas de sinalização fotoluminescente: como elas podem prevenir acidentes na sua empresa

sinalização fotoluminescente é obrigatória

Segundo consta na legislação brasileira, toda e qualquer edificação pública ou de uso coletivo, o que também implica locais privados, como shoppings, clubes, teatros, cinemas, entre outros, é obrigada a contar com um projeto que contenha placas de sinalização fotoluminescente para garantir a segurança em evacuações em casos de incêndio.

As placas de sinalização fotoluminescente são indispensáveis em qualquer edificação e, conforme consta na ABNT NBR 13434, texto técnico que prevê todas as regras e exigências para sinalização de segurança contra incêndio e pânico em locais de risco, a sinalização de orientação e salvamento e a sinalização de equipamentos de combate a incêndio e alarme — ambas fazem parte da sinalização básica — devem apresentar efeito fotoluminescente, isto é, devem brilhar no escuro.

Continue a leitura e entenda sobre o assunto.

Sinalização de orientação e salvamento com as placas de sinalização fotoluminescente

De acordo com a NBR 13434, essa sinalização tem por função indicar as rotas de saída e evacuação de emergência, assim como as atitudes adequadas para orientar e controlar o pânico das pessoas em caso de incêndios, por meio das placas de sinalização fotoluminescente. Dessa forma, obtém-se uma evacuação com segurança e rapidez aos usuários presentes na edificação, independentemente de suas condições motoras, cognitivas e sensoriais.

As placas de sinalização fotoluminescente de orientação e salvamento devem ser aplicadas de forma a deixar evidentes as diferentes rotas de fuga, inclusive as acessíveis, áreas de refúgio e resgate, equipamentos de emergência, planos de evacuação de emergência, pontos de encontro ou de concentração de evacuação, entre outros.placas de sinalização fotoluminescente

Sinalização de equipamentos de combate a incêndio e alarme

Já a função da sinalização de equipamentos de combate a incêndio e alarme é de fazer a indicação dos equipamentos disponíveis nos locais de risco, de forma a auxiliar a equipe de brigada de combate a incêndios e o Corpo de Bombeiros da Polícia Militar a fazer um atendimento assertivo e rápido. As placas de sinalização fotoluminescente de equipamentos de combate a incêndio e alarme também informam às pessoas com agilidade sobre a ocorrência de uma situação de emergência e evacuação.

As placas de sinalização fotoluminescente de equipamentos de combate a incêndio e alarme devem ser afixadas para deixar evidentes extintores de incêndio, agentes extintores e classes de fogo indicadas, mangotinhos, abrigos de hidrantes e mangueiras, equipamentos de alarme, detecção e extinção de incêndio, além de elementos e comandos de extinção de incêndio e alarme.

Desempenho fotoluminescente

As placas de sinalização fotoluminescente não podem simplesmente brilhar no escuro, elas devem apresentar um desempenho mínimo esperado, igual ou superior aos limites dispostos na NBR 13434, assim como essa performance precisa ser auditada por laboratórios e receber a certificação do INMETRO. De acordo com o texto técnico, uma placa depois de exposta à luz deve ter autonomia de, pelo menos, 1.800 minutos, ou seja, se a placa de sinalização fotoluminescente não brilhar no escuro por esse tempo mínimo, ela não estará apta a ser utilizada em um sistema de sinalização de segurança contra incêndio e pânico.

Para saber mais sobre placas de sinalização fotoluminescente, clique aqui.


Publicada em Blog, Dicas de Sinalização, Sinalização.
Comentários

Cadastra-se para receber conteúdo exclusivo.

ADVComm © 2021

Política de Privacidade

Feito por:

Agência - Marketing Digital

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.